was successfully added to your cart.

Carrinho

Metas & ObjectivosNotas & ReflexõesPoder Interior

O Destino ou a Sincronicidade maior no EURO 2016

Já li, vi e ouvi muita coisa sobre o dia de ontem mas ainda não vi nada sobre uma abordagem mais esotérica dos acontecimentos dramáticos que carregam em si um Propósito Maior.

Sempre que é possível e que consigo, adoro observar aquilo que está para além do que estamos a ver. É como se estivesse por trás da máquina de projeção por uns momentos (da Matrix), apreciando como a inteligência cósmica intervém nos momentos cruciais.

Ontem, depois daquela situação com o Ronaldo, quando pela sua segunda tentativa já não havia mais possibilidade de ele continuar o jogo, a borboleta (ou traça) pousa na sua cara e eu tive a sensação de um sinal que algo excepcional ia acontecer. Similar ao que aconteceu com Gandalf no Senhor dos Anéis depois de lutar com Sauruman e estar preso nas alturas. A borboleta vem como um sinal de metamorfose, que as coisas vão mudar. No filme com a chegada das águias gigantes, no jogo com as substituições não programadas.

O Quaresma entrou mais cedo, depois teve que vir o João Moutinho. Se o CR7 estivesse em campo nunca seria substituído. E Éder nunca teria a possibilidade de entrar para fazer o que fez. Payet, por parte da França, acabou por fazer parte deste Plano Maior que desencadeou todo este conjunto de sincronicidades (acontecimentos que parecem acasos ou coincidências) mas que mudam a história.

Foi o que aconteceu ontem. Sendo Portugal, um país intenso e habituado a sofrer, estava tudo a correr bem demais com os jogadores todos disponíveis para a final. Era necessário criar um drama com uma figura maior (CR7) e solucioná-lo com uma figura menor, mais contestada, um patinho feio (Éder).

É muito mais intenso e sofrido ganhar assim. E Éder é a personificação de cada um de nós que julgamos ser patinhos feios ou não nos valorizamos o suficiente. A mensagem que nos foi passada através de Éder é que a qualquer momento todos podemos também ser heróis improváveis.

Acredita em ti, sempre! Até ao fim!

Ricardo Laranjeira

Join the discussion One Comment

  • Nina diz:

    Concordo plenamente consigo, o Eder é um jogador que nunca foi falado nem reconhecido.
    O momento dele tinha ser aquele , a marcar o golo da nossa vitória é assim torna lo visível.
    Em relação ao Ronaldo foi bom pra ele e pro mundo inteiro, assim vão parar de meter o peso todo em cima dele qd Portugal não marcava durante o EURO.

    Boa noite e foi uma grande lição de vida.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Subscreva a nossa Newsletter

Periodicamente enviamos a nossa Newsletter com alguns dos conteúdos abaixo indicados:

  • Artigos inspiradores
  • Vídeos motivacionais
  • Dicas sobre como melhorar a Comunicação e Storytelling
  • Como atingir Metas e Prosperidade
  • Informação dos próximos cursos e workshops
  • ... e muito mais
Fechar janela

O seu email ficará seguro e será utilizado apenas e exclusivamente para este fim.